Logo Somos Tera
Nossos Cursos
somostera

Uma comunidade de pessoas apaixonadas por educação e tecnologia.

A mentalidade de aprendizado contínuo pode mudar sua vida e seu desempenho profissional. Descubra as razões para se tornar lifelong learner.

Foto de fauxels no Pexels

O quão disponível você está para aprender? A resposta a essa pergunta pode definir seu nível de preparação para o futuro do trabalho. Isso porque lifelong learning — a aprendizagem ao longo da vida — tem se mostrado como uma das principais skills para profissionais do futuro. 

Não estamos sugerindo que você ingresse agora mesmo em uma nova graduação ou em uma pós. Por mais que essas sejam alternativas interessantes dependendo do seu contexto e seus objetivos, você vai descobrir que a educação continuada vai muito além do tradicional e envolve diversos métodos para aumentar sua bagagem de conhecimento. 

Criamos este conteúdo completo para você entender o que é lifelong learning, quais são as vantagens de abraçar o aprendizado constante na sua carreira e ainda como colocar esse conceito em prática. Continue a leitura e confira nossas dicas.

O que é lifelong learning?

Lifelong learning é o conceito da busca voluntária e contínua por desenvolvimento. É a aprendizagem ao longo da vida, também conhecida no Brasil como educação continuada. A pessoa lifelong learner é aquela que entende a importância de continuar aprendendo, sem se prender aos métodos tradicionais de ensino para adquirir conhecimento.

Não faz muito tempo em que a ideia de uma formação satisfatória envolvia finalizar o ensino básico e fazer uma graduação. Usando os conhecimentos dessas etapas da vida acadêmica, se esperava que uma pessoa conseguisse trabalhar pelo resto da vida na área que escolhesse. 

Esse cenário não poderia ser mais distante da realidade atual. Se você já passou por um curso de graduação, provavelmente notou que muitos aprendizados precisaram de reciclagem logo após a formatura — ou, pior, alguns nunca chegaram a ser usados. O motivo está na rapidez com que o mercado e a sociedade vêm mudando, exigindo disposição para continuar aprendendo.

Segundo o historiador e autor Leandro Karnal, lifelong learning é o ato de aprender permanentemente, e esse conceito está totalmente ligado à criação de uma mentalidade de desenvolvimento contínuo. Em uma série de aulas sobre o tema, ele explica:

“A mudança ocorrerá independente da minha vontade. Eu tenho duas chances: ou eu fico para trás, ou eu acompanho. [...] Só poderá existir no mercado daqui para frente quem entender o conceito de educação continuada”.

A ideia de ‘ficar para trás’ não significa apenas deixar de conseguir uma promoção ou ter dificuldades em realizar suas tarefas no trabalho. No ritmo de transformações do mercado, fatores como automação e Inteligência Artificial estão fazendo com que alguns empregos desapareçam do mercado. Ao mesmo tempo, outras profissões estão em ascensão e profissionais com a mentalidade de lifelong learning vão ocupar esses espaços.

Quais são os pilares do lifelong learning?

Os quatro pilares do lifelong learning, defendidos pelo economista e pensador da educação Jacques Delors, são:

  • Aprender a conhecer;

  • Aprender a fazer;

  • Aprender a conviver;

  • Aprender a ser.

Esses pilares foram apresentados em 1996, no relatório da Unesco “Educação, um Tesouro a descobrir”. Já naquela época, Delors percebia que o aprendizado ao longo da vida era uma competência essencial para o século XXI.

Entender esses pilares do lifelong learning ajuda profissionais a desenvolver a mentalidade do aprendizado contínuo, e essa mudança de mindset é o ponto de partida para ter sucesso na educação adulta.

Aprender a conhecer envolve criar uma abertura para os diversos saberes que existem, ter uma noção geral de conhecimentos da nossa cultura para, assim, estudar em profundidade alguns assuntos. Aprender a fazer tem uma relação muito próxima com o conceito de learning by doing, ou seja, aprender fazendo. É preciso saber unir teoria e prática para otimizar o processo de aprendizagem.

Aprender a conviver implica em saber respeitar outras pessoas em todas as suas particularidades. Por fim, em aprender a ser, Delors sugere o desenvolvimento de uma consciência autônoma e cidadã, em que cada pessoa entende sua responsabilidade pessoal no contexto coletivo.

Por que o aprendizado contínuo é importante?

Mundo líquido, mundo VUCA, futuro do trabalho: esses são alguns termos usados para descrever o que estamos vivendo e o que ainda vamos experimentar nos próximos anos. Seja qual for a terminologia, nós vemos no dia a dia que as características desse tempo incluem incerteza, constante transformação e mudança de paradigmas.

Por todos esses motivos, o conhecimento não é mais fixo. Se, por um lado, muitos saberes podem perder valor dependendo do contexto de mudanças, por outro, é preciso adquirir novos conhecimentos para dar conta de acompanhar o que está surgindo.

A educação continuada virou uma mentalidade requisitada pelas empresas, afinal, elas perceberam que apenas com pessoas dispostas a continuar se desenvolvendo será possível manter um negócio competitivo. Por essa razão, muitas já têm investido em programas internos de educação continuada.

Mais do que importante, o aprendizado contínuo é essencial para profissionais do futuro. Ao estar confortável com o fato de continuar aprendendo ao longo da vida, você terá a chave para encarar as instabilidades do cenário atual e se adaptar às mudanças que ainda estão por vir. 

Quais são as vantagens de ser lifelong learner?

Os negócios estão aumentando o investimento em treinamento e desenvolvimento de times porque isso traz grandes benefícios para a produtividade e inovação na empresa. Mas a verdade é que a pessoa que abraça o estilo de vida de lifelong learner é a grande beneficiada. Quer saber o motivo? Veja as principais vantagens de apostar em lifelong learning.

Aumentar o desempenho no seu emprego atual

Vamos falar mais abaixo sobre como colocar o lifelong learning em prática, mas podemos adiantar que uma das maneiras é começar pelas lacunas de habilidades que podem ajudar no seu dia a dia

Independente da área em que você atua, certamente existe algum tema em que você pode se desenvolver, seja uma teoria, uma ferramenta, uma qualidade socioemocional ou um método de trabalho. Esse aprendizado vai ser somado instantaneamente à prática, e isso impulsiona a sua performance.

Quer alguns exemplos? Aprender mais sobre uma ferramenta de automação vai permitir que você otimize processos e seja mais eficiente nas tarefas. Desenvolver sua inteligência emocional pode melhorar suas relações com o time. Se você se aventurar em conhecimentos de áreas diferentes, ainda terá como vantagem poder se comunicar melhor com profissionais de outros departamentos.

O processo de aprendizado contínuo vai ajudar você a acompanhar as mudanças que estão acontecendo na sua profissão. Isso vai se tornar um trunfo frente à liderança da sua empresa, já que você vai mostrar estar sempre por dentro das tendências da sua carreira.

Banner e-book tendências para carreiras digitais

Ter a preparação necessária para novas oportunidades

As vantagens do lifelong learning já são várias mesmo que você não tenha desejo de sair do cargo que ocupa ou da área atual. No entanto, se você vê necessidade de fazer uma transição de carreira ou está precisando se recolocar no mercado, a educação continuada realmente precisa fazer parte da sua rotina.

Para a maioria das pessoas, o ciclo tradicional é: estudar, conseguir um emprego e parar de se interessar por novos aprendizados até precisar buscar uma nova vaga. Isso acontece por causa da falsa sensação de estabilidade que uma contratação pode proporcionar. 

A mentalidade da pessoa lifelong learner é totalmente diferente, se alimentando de novos saberes ao longo de toda jornada, em vez de estagnar e precisar recuperar o tempo perdido depois.

Por isso o lifelong learning tem efeitos extremamente positivos na hora de buscar novas oportunidades, seja de uma promoção dentro da companhia, de mudar de carreira ou até mesmo de se tornar profissional freelancer. A questão é: você já terá um bom caminho andado na sua preparação.

Ampliar seu autoconhecimento

Já pensou como a abertura a novos aprendizados pode mostrar muito sobre quem é você como pessoa e profissional? Ser lifelong learner envolve algumas qualidades como proatividade, adaptabilidade, gestão do tempo e automotivação. Todas essas são competências que você pode desenvolver ao aderir a essa mentalidade.

Além disso, a educação continuada certamente vai te levar por aprendizados que vão aumentar seu autoconhecimento. Isso porque a aprendizagem contínua não deve ser focada apenas em suas habilidades técnicas.

Como mostram os pilares do lifelong learning, também é necessário aprender a conviver com quem está à volta, além de tomar maior consciência sobre seu papel no mundo. Tudo isso vai ajudar você a desenvolver maior percepção de si e das qualidades que vão ajudar na sua satisfação pessoal e profissional.

Ter maior bagagem para resolver problemas e inovar 

Você se considera uma pessoa criativa e inovadora? Se não, saiba que o lifelong learning também pode te ajudar a alcançar essas skills. Acontece que, à medida que você navega por mais disciplinas diferentes, sua bagagem de referências aumenta. 

É justamente ela que vai te proporcionar os insumos necessários para criar, resolver problemas e propor soluções inovadoras. Isso tem cada vez maior valor no contexto corporativo, já que as fronteiras de cada disciplinas estão ficando mais turvas e as equipes multidisciplinares estão ganhando o mercado.

Como colocar o lifelong learning em prática? 

Se você chegou até aqui, já sabe o que é lifelong learning e como essa skill é indispensável para profissionais do futuro. Entretanto, parece sempre mais desafiador colocar um conceito em prática do que falar sobre ele, não é? Mas não precisa ser. 

Depois de entender que lifelong learning é uma mentalidade, basta saber quais são as formas possíveis de adquirir conhecimentos valiosos para sua carreira e sua vida pessoal. Tendo a abertura para a aprendizagem como primeiro passo, você pode usar algumas das sugestões que daremos abaixo. Acompanhe.

Torne o aprendizado uma parte natural da rotina

Por estarmos habituados ao modelo tradicional de ensino, é comum que a gente espere por dias e momentos específicos para aprender. Isso acaba tornando o aprendizado muito ‘burocrático’, quando poderia ser uma parte natural da nossa rotina.

Você pode ter dia e hora para se dedicar a um assunto específico, mas também é preciso entender que o aprendizado vem de diferentes fontes, se você souber identificá-las e aproveitá-las.

Algumas formas de fazer isso são:

  • se habituar a ler livros e blogs da sua área e de outras;

  • acompanhar perfis em redes sociais que trazem pílulas de conhecimento;

  • colocar documentários sobre temas variados na sua lista de filmes;

  • aproveitar momentos de deslocamento para ouvir um podcast.

Crie metas de desenvolvimento

Se você ainda tem certa dificuldade em se adaptar ao lifelong learning ou quer acelerar seu processo de aprendizado para algum tema, uma iniciativa interessante é criar metas de desenvolvimento. 

Que tal reservar períodos na sua agenda para se dedicar a algum assunto novo, definindo de antemão o quanto você quer avançar naquele tema em uma semana ou um mês?

Aposte em cursos intensivos

Cursos intensivos de curta duração são uma ótima aposta para colocar o lifelong learning em prática. Esse modelo, também conhecido como bootcamp, mostra que é possível se desenvolver muito em uma área sem precisar investir meses ou anos em uma formação tradicional. 

Esse é um caminho interessante para quem quer mudar de carreira ou mesmo para quem precisa avançar rápido em uma área, acumulando conhecimentos e networking com profissionais do setor.

Descubra como desenvolver soft skills

Na jornada de quem é lifelong learner, a busca pelo desenvolvimento de soft skills não pode ficar de fora. As competências socioemocionais têm impacto direto no seu desempenho. E, ao contrário do que muita gente imagina, elas são sim passíveis de aprendizado.

Inteligência emocional, empatia, autoconhecimento, liderança, comunicação clara: tudo isso pode ser aprendido e melhorado. Cursos específicos, mentorias e acompanhamento com profissionais de Psicologia podem ser alguns caminhos para você.

Participe de eventos 

As trocas com outras pessoas do mercado é uma constante fonte de aprendizado e quem deseja adotar o lifelong learning  deve aproveitar todas as oportunidades possíveis. 

Eventos como palestras, meetups, webinars e convenções enriquecem sua bagagem com a visão de profissionais de outras empresas e até mesmo de outras disciplinas. Além disso, são momentos ideais para fazer networking e desenvolver relacionamentos que vão gerar mais aprendizados com o tempo.

Saiba como unir aprendizado e prática

Outro ponto importante para fazer o lifelong learning real na sua vida é encontrar formas de tornar o aprendizado ativo e prático. Quando nos limitamos à teoria, pode ser fácil esquecer rápido sobre um assunto. Mas, no momento em que um conceito se torna palpável em nosso trabalho, ele vai ser guardado e relembrado ao longo da atuação.

Por isso, busque adotar o método learning by doing, que estimula o aprender fazendo. Uma forma de fazer isso é criar projetos fictícios enquanto aprende sobre uma nova ferramenta ou estratégia. Assim, você aplica instantaneamente aquele conhecimento — e ainda cria um portfólio.

Navegue por outras áreas de conhecimento

Nossa última dica é para reforçar algo que já falamos aqui: não se limite apenas à sua área de atuação na hora de aprender. Lifelong learners são pessoas verdadeiramente apaixonadas por conhecimento, que expandem seus horizontes ao entrar em contato com diferentes culturas, conceitos, disciplinas e formas de ver o mundo. 

Então, ative sua curiosidade e explore. Você vai descobrir que há sempre muito mais a aprender e que todo conhecimento absorvido vai estimular sua mente para uma atuação relevante e multidisciplinar no mercado de trabalho. 

Chegamos ao fim deste conteúdo completo sobre lifelong learning. Agora você já sabe porque essa skill é indispensável para profissionais do futuro, afinal, todas as transformações que estamos vendo não deixam dúvidas da importância de uma atualização constante. Por isso, embarque logo nessa jornada de aprendizado ao longo da vida.

….

Se você ainda não implementou o lifelong learning  no seu dia a dia e está precisando de um empurrão com conteúdos de qualidade sobre temas que envolvem carreiras digitais e o futuro do trabalho, assine nossa newsletter no box abaixo e receba os materiais da Tera no seu e-mail.

Posts Relacionados

9 min de leitura

Qual é o futuro do trabalho? Entenda a visão de especialistas de mercado

Onde estamos e para onde vamos no futuro do trabalho? Descubra o que pensam Leandro Herrera, Clara Cecchini e Alex Teixe...

Artigo Completo
11 min de leitura

15 termos que você precisa entender para atuar no futuro do trabalho

De tranformação digital à data literacy, de bootcamp à lifelong learning: descubra alguns conceitos que fazem parte da e...

Artigo Completo
5 min de leitura

Upskilling e reskilling: qual a importância no futuro do trabalho?

As carreiras do futuro exigem novas habilidades e competências. Entenda como adquiri-las por meio dos movimentos de upsk...

Artigo Completo