Product manager: o guia completo da gestão de produtos digitais

Product managers têm papel essencial na gestão de produtos digitais relevantes e eficazes. Entenda tudo sobre a rotina de Product Management, skills necessárias e como fazer essa transição.


O mercado está constantemente se reinventando e buscando novas maneiras de desenvolver produtos. Nesse cenário, a figura da pessoa product manager se destaca, ganhando a responsabilidade de conduzir essas mudanças com uma série de boas práticas na gestão de produtos digitais. 

Esse papel exige uma gama de conhecimentos relacionados ao produto, à pessoa usuária, ao negócio e à tecnologia. Além disso, skills técnicas e comportamentais precisam caminhar juntas para que profissionais de Product Management consigam criar pontes entre todos os stakeholders.

Sem pré-requisitos de formação para ser product manager, pessoas das mais diversas áreas de conhecimento se interessam por esse novo campo. Além disso, buscam um panorama sobre todos os pontos que envolvem uma jornada de transição de carreira para essa área.

Se esse é seu caso, descubra tudo o que preparamos neste artigo para contribuir com o seu desenvolvimento:

Boa leitura e bom aprendizado!

O que faz uma pessoa product manager? 

Product manager é a pessoa responsável por definir diretrizes e acompanhar o cumprimento delas durante o processo de desenvolvimento de produtos. O trabalho é focado em chegar a resultados qualificados em nível de funcionalidade, relevância e aceitação no mercado.

Para chegar a esse nível, no entanto, product managers têm muitas preocupações na execução de sua função. Essa pessoa precisa pensar nos mais diversos aspectos de um produto, sobretudo, com foco no consumidor. A qualificação do conceito do produto é construída por esse profissional, que leva essas percepções como exigências ao desenvolvimento.

Naturalmente, essa pessoa não trabalha sozinha e, em algumas diretrizes que constrói, as percepções que as baseiam são obtidas nos dados. Portanto, quem ocupa essa posição necessita ser abastecido com informações importantes, e então poderá construir instruções estratégicas e relevantes para quem vai executar o projeto de produto.

Nova call to action

O que você precisa saber sobre product managers?

Hoje, todo esse trabalho é moldado pelo momento que se vive em relação à tecnologia. A transformação digital é um balizador do papel de product manager. Produtos pensados para o universo digital precisam respeitar alguns parâmetros, como ser mobile friendly, citando um exemplo mais básico e corriqueiro.

A pessoa product manager se prepara a partir de duas bases fundamentais: os conhecimentos que são técnicos e essenciais e aqueles mais subjetivos, relacionados à percepção sobre público da empresa, entre outras questões. Acompanhe na sequência alguns detalhes importantes sobre a carreira de product manager que certamente são do seu interesse.

Qual é o salário de product manager?

Atualmente, segundo o Glassdoor, o salário médio de product manager no Brasil é de R$10.000,00. Esse valor atrativo joga luz sobre a necessidade de investimento em qualificação. Ou seja, é claro o retorno que profissionais qualificados conseguem obter.

As médias salariais variam dependendo do nível de senioridade e do perfil da empresa contratante. Mesmo assim, fica claro que product manager é uma pessoa bem remunerada no mercado atual. Não há dúvidas de que isso é um reflexo da quantidade de conhecimentos importantes e diversificados que profissionais dessa área devem ter.

Quais são as ferramentas product managers mais usadas?

As ferramentas de gestão de projetos são indispensáveis para product managers que desejam manter a organização em suas rotinas de trabalho. Confira abaixo algumas ferramentas, entre os softwares mais recorrentes e qualificados.

  • Aha!: um dos mais eficazes softwares de roadmap de produto do mercado.

  • Asana: muito conhecido, ele é uma plataforma de gestão de demandas focado em tornar o cotidiano de trabalho mais ágil, com base na metodologia Scrum.

  • Product Board: é um software que centraliza percepções do público e cria um banco de dados para a tomada de decisão na gestão de produto.

  • Axure: ferramenta de prototipagem de produto.

  • Jira: Entre os mais famosos, esse software é similar ao Asana, sendo uma das bases de trabalho de product managers.

  • Justinmind: outra ótima opção de plataforma de prototipagem.

  • Mindmeister: software voltado para a criação de mindmapping, processo indispensável na concepção de produtos.

Quais conhecimentos são essenciais para product managers?

Um erro comum é pensar que product manager é uma pessoa que têm alto conhecimento técnico e só. Na verdade, isso é parte do trabalho, mas não é a única característica importante. Afinal, o papel não é de desenvolver um produto, mas sim de direcionar a criação dele e gerenciá-lo diante do mercado. Se pudermos definir três pilares de conhecimentos para product managers seriam o:

  • técnico: é o que levará ao resultado de um produto que funciona bem para o consumidor. Livre de falhas e bugs, é funcional e sólido no funcionamento.

  • UX: experiência de uso, ou seja, é necessário que o produto promova uma interação fácil, agradável, livre de pontos de fricção e, se possível, intuitiva.

  • negócios: fundamental para que o produto seja vendável.

Nem sempre uma boa ideia significará sucesso comercial, o que é um problema. O papel da pessoa product manager é conduzir um conceito de produto de modo que ele seja interessante ao público, ou seja, tenha alto potencial comercial e que isso se concretize. Portanto, é necessário pensar em estratégias go to market, ou seja, que permitam levar produtos de sucesso ao mercado e causar impacto imediato.

Como funciona o ciclo de produtos digitais?

Produtos digitais têm uma linha do tempo importante que deve ser considerada. O ciclo engloba essa jornada com etapas que vão desde sua concepção até o momento em que eles passam a perder relevância no mercado. 

Quem é product manager deve entender como esse ciclo acontece para saber justamente seu papel dentro desse fluxo de acontecimentos. O ciclo da gestão de produtos digitais é um conceito bem definido e que acontece nas seguintes etapas.

  • Berçário – Fase de pouca progressão e muitos estudos. É o momento de concepção, sempre repleto de descobertas, mas que geram também disrupções em relação a ideias que se tinha. É o ponto de partida, mas não é a definição do caminho final;

  • Aceleração – Esta etapa começa com a percepção de que há mercado para desenvolver um produto. Então, há uma organização para estruturar processos, aquisição de recursos para desenvolver, captação de investimentos e preparo de toda a infraestrutura necessária. Afinal, vai dar negócio;

  • Amadurecimento –Aqui já há definição de processos e uma estrutura de desenvolvimento definida. A busca é por entender detalhes mais específicos do mercado e integrar essas percepções à gestão e produção;

  • Declínio –O declínio precisa ser esperado. É uma fase em que o produto perde força no mercado e deixa de ser relevante pouco a pouco. Isso acontece por conta da obsolescência da tecnologia, sobretudo em digital products, mudanças culturais e até mesmo crises que fazem a empresa deixar de investir em inovação para seu produto.

Qual a diferença entre product manager e product owner?

Product manager e product owner são termos muito parecidos, mas com funções diferentes. É natural que isso gere uma certa confusão em quem ainda está se habituando ao assunto e às posições.

Veja a seguir uma breve explicação sobre as funções de cada profissão e entenda as principais diferenças entre elas. 

Funções de product managers

Product managers, ou PMs, são profissionais responsáveis pela captação de demandas do público e transformação disso em um produto eficaz e que preencha desejos.

Portanto, essas pessoas têm uma atuação mais ampla, atuando com visão de mercado e levando isso ao time interno, sempre com uma abordagem mais estratégica sobre o produto. O estudo de discovery e do product market fit, por exemplo, é uma das principais responsabilidades desse papel.

Leia também: Desvendando Product Discovery com a especialista Teresa Torres

Funções de product owner

Product owners, conhecidos como POs, são profissionais com uma atuação de caráter mais interno, de suporte direto ao time de desenvolvimento. É um trabalho de administração, cuidando dos problemas que desenvolvedores podem encontrar durante a atuação, além de ter a responsabilidade de gerenciar o backlog do produto.

É importante lembrar que, por ainda ser uma área em evolução constante, essas nomenclaturas podem ganhar diferentes responsabilidades dependendo da empresa e do contexto do time de produto.

Quais são as possibilidades de carreira em Product Management?

Atuar com Product Management possibilita diferentes caminhos à medida que esse setor se desenvolve e cria mais oportunidades em torno dos produtos digitais. A seguir, explicamos quais são essas carreiras e qual é a atividade desenvolvida por profissionais em cada uma delas.

Group product manager

Este é um trabalho de digital product leadership, ou seja, liderança de um produto digital. Em suas funções, profissionais gerenciam times de produtos ao mesmo tempo em que são parte integrante dessas equipes. Portanto, além de atuar diretamente como colaboradora, a pessoa GPM é também líder dos grupos de desenvolvimento.

Leia também: Product Manager e mentor: como Linecker está liderando times de sucesso no Enjoei 

Product marketing manager

Em um trabalho estratégico fundamental, quem é PMM trata de um produto diante do mercado com um storytelling e conceituação com foco em marketing, naturalmente.

Logo, o trabalho de Product Marketing é voltado a entender e desenvolver a ideia de um produto e seu valor e fazendo com que isso seja transmitido de maneira concisa e convincente ao público no processo conhecido como go to market.

Associate product manager

O papel de Associate product managers é dar suporte ao trabalho de product managers, sobretudo na captação de dados sobre o mercado e o público. A função é mais operacional, mas tem papel de destaque no fornecimento de base para as análises do product manager. Ou seja, é cargo de grande demanda e com responsabilidades importantes.

Recentemente, o Nubank abriu um programa de contratação e formação de APMs, o que mostra como essa nova vertente começa a ganhar força no território brasileiro.

Se você se interessa em saber mais sobre essa posição, confira o episódio especial sobre APM do podcast Product Guru's, com Edu Fonseca.

Data product manager

Data product managers são profissionais de Product Management, mas com foco e domínio maior das atividades de dados. Isso inclui tanto a etapa de ciência quanto de análise de dados. Consequentemente, são pessoas que atuam no formato data driven, ou seja, tomam decisões importantes para a gestão de produtos digitais com base no material que captam.

Quais empresas contratam product managers?

Uma das grandes vantagens da posição de product manager é a ampla oferta de vagas no mercado. Isso acontece justamente pelo fato de ser um cargo que se encaixa nas mais diferentes companhias de segmentos variados. Afinal, se uma empresa tem demandas frequentes de criação de novos produtos, é preciso ter alguém qualificado gerenciando.

Quando falamos em produtos, é comum que pessoas só consigam imaginar itens físicos, como smartphones, computadores ou uma cadeira, por exemplo. É claro que essas são possibilidades, mas o grande avanço dessa profissão se dá por conta dos produtos digitais. O número deles só cresce e há empresas que colocam dezenas no mercado anualmente.

Um serviço que um banco oferece em seu internet banking, por exemplo, é um produto digital. Ferramentas de gestão e apps são outros tipos de produtos que se encaixam nesse cenário.

Se imaginarmos a quantidade de empresas que desenvolvem esse tipo de solução atualmente, fica mais fácil de perceber a quantidade de oportunidades disponíveis e a grande variedade de negócios que contratam product managers.

As habilidades técnicas necessárias para ser product manager

Para ser alguém que faz a diferença na corrida dos produtos digitais como product manager, é essencial ter algumas habilidades e competências específicas. Há muitas qualidades fundamentais que ajudam a captar as necessidades do mercado e transformá-las em base para um novo produto. Por isso, é importante desenvolver características amplas, mas equilibradas.

Para entender o que as empresas estão pedindo a product managers, nada melhor que receber dicas de experts que já atuam nesse mercado. Confira as soft skills e hards skills apontadas por André Nery, Head of Product no iFood e expert na Tera.

Análise de dados

O contexto atual requer que profissionais usem dados a seu favor para tomar melhores decisões. Isso certamente se aplica à rotina de product managers. O acompanhamento e interpretação dos dados leva à geração de insights e, consequentemente, ao aperfeiçoamento dos produtos digitais.

Por isso, a análise de dados é uma skill fundamental para PMs e se aprofundar em alguns dos conceitos mais usados na área é um bom ponto de partida para se desenvolver nessa disciplina. Esses conceitos-chave vão te ajudar a extrair o melhor valor dos dados e gerar insights valiosos. São eles:

  • pontos de medição;

  • segmentação;

  • funis;

  • cohort.

Planejamento estratégico

É cada vez mais comum que o papel de product manager esteja presente em ambientes mais estratégicos da empresa. Essa é inclusive uma das tendências de Product Management apontada para 2021. Product managers terão responsabilidade sobre o business e, em muitas empresas, poderão ocupar cargos C-level.

Leia também: Tendências de Product Management para 2021

Entender do negócio sempre foi um pré-requisito nessa área, mas agora uma visão estratégica se torna ainda mais indispensável. Afinal, à medida que cargos de alta liderança surgirem no mercado, profissionais com a melhor preparação vão poder sair na frente na ocupação desses espaços.

Gestão de pessoas

Ser product manager eventualmente implica em liderar pessoas e fazer a gestão de times de alta performance. Por mais que a liderança possa parecer uma capacidade inerente a algumas pessoas, é importante que haja um desenvolvimento técnico nessa área para que a gestão aconteça de forma fluida.

Mais um ponto para ter atenção é a diferença entre gestão de pessoas e gestão de projetos. Enquanto gerir projetos está relacionado com a otimização do trabalho e das entregas, a gestão de pessoas exige também um olhar empático sobre as individualidades de quem integra o time, além da condução de iniciativas de desenvolvimento de pessoas.

Análise de cenários

Mais uma habilidade importante na rotina de product manager é a análise de cenários. Essa skill está relacionada ao raciocínio lógico e à visão sistêmica. É preciso aplicar modelos específicos de análise para que todos os fatores internos e externos sejam considerados na tomada de decisões.

Capacidade de execução

No fim do dia, boa parte do papel de product manager é garantir as entregas do produto. Por isso, a capacidade de execução não pode ficar de fora da bagagem de skills da pessoa que atua com Product Management. É preciso entender todas as etapas do ciclo do produto, administrando o tempo disponível e os entregáveis do time.

Gestão de projetos

Mais um conhecimento importante é o de metodologias de gestão de projetos, além de uma compreensão aprofundada sobre o modelo de entregas usado na empresa, seja ele um método ágil ou um mais tradicional como waterfall. Em produtos de software, o entendimento sobre as especificidades desse tipo de projeto também faz a diferença na gestão.

As soft skills que você precisa para atuar como product manager

Competências de ordem emocional e social são essenciais para ser uma pessoa product manager de sucesso. As soft skills se tornam responsáveis por uma performance mais consistente, pelo melhor relacionamento com o time e com o executivo, e até mesmo pelo equilíbrio e bom senso necessários para atuar nessa função.

Algumas competências que você deve desenvolver para ser product manager são:

  • curiosidade;

  • tolerância ao caos;

  • comunicação;

  • raciocínio lógico;

  • organização.

Vamos falar mais de cada uma delas a seguir.

Curiosidade

Você provavelmente já notou que a atuação em Product Management pode envolver diversos campos de conhecimento e múltiplas funções. A definição exata do que faz uma pessoa product manager ainda é uma zona cinzenta, justamente porque as responsabilidades podem variar dependendo do contexto.

Por isso, a curiosidade é uma das melhores soft skills que profissionais dessa área podem desenvolver. Isso porque, com a proatividade para aprender, as eventuais lacunas de conhecimento podem ser preenchidas rapidamente para dar conta das demandas que forem surgindo durante a atuação.

Tolerância ao caos

Essa parece uma competência estranha? Pois saiba que o dia a dia do desenvolvimento de produto, e da empresa num todo, muitas vezes é caótico. O contexto da pandemia do coronavírus é um exemplo claro da imprevisibilidade a que equipes de produto estão sujeitas.

Para lidar com cenários assim é preciso ter sangue frio e tolerância ao caos. Com essa skill, você vai conseguir propor soluções lógicas, analisar os dados para tomar decisões rápidas e ainda inovar em um momento inesperado.

Comunicação

Product managers são pessoas criadoras de pontes na empresa. Elas levam para dentro da organização a visão do consumidor e ainda navegam entre diferentes áreas para “traduzir” o que dizem as equipes de tecnologia e dados para o executivo.

Saber comunicar bem não serve apenas para criar essas pontes, mas também para convencer outras pessoas de uma mesma visão. Seja levando propostas aos C-levels, seja motivando o time, a comunicação propositiva e inteligente pode te levar longe como product manager.

Raciocínio lógico

Ainda falando de convencimento, a apresentação de ideias deve sempre estar acompanhada do raciocínio lógico. É preciso levar dados e criar uma linha de raciocínio que justifique as ações que serão tomadas, considerando uma visão sistêmica do negócio e do mercado.

Organização

Mais uma soft skill importante para quem é product manager é organização. É preciso ter um plano consistente de ação e uma árvore de possibilidades. Assim, no caso de um caminho não funcionar, é possível seguir planos alternativos.

Estruturar uma visão com várias possibilidades ajuda a ganhar a confiança da equipe e da liderança, afinal, as pessoas tendem a confiar em quem tem um plano.

Como se tornar product manager?

Um fator de grande relevância que precisa ser pontuado é a hospitalidade que essa profissão oferece. Não existe um pré requisito de formação para ser product manager, sendo comum que, após uma graduação em área tradicional, profissionais migrem para esse universo de  produtos digitais fazendo bootcamps e conquistando certificações. 

Por isso, no mercado é possível encontrar desde engenheiros até profissionais de marketing ocupando esse cargo.

Leia também: Transição de carreira para Product Management: confira dicas de experts 

Se você pensa em se tornar product manager, eliminar o receio de uma transição de carreira é o primeiro passo. Toda a bagagem é relevante para ocupar um espaço no mercado de Product Management. 

Formações possíveis

Não há uma lista de formações que habilitam profissionais a se tornarem product managers. A verdade é que o caminho pode ser mais fácil se você está em alguma área correlata. De acordo com o que foi mostrado nesse conteúdo, profissionais do setor vão se beneficiar se tiverem conhecimentos em marketing, desenvolvimento, UX, negócios, entre outras áreas.

Portanto, você pode ser profissional da Administração, da Engenharia, da Arquitetura, analista de marketing e até mesmo designer (principalmente quem tem conhecimentos sobre a metodologia design sprint). Na hora da transição de carreira para product manager, a formação prévia ajudará a criar bases de trabalho na nova função.

Passos para uma transição de carreira

O primeiro passo você está dando agora. Se informar sobre a nova profissão é essencial, uma vez que também é um momento de entendimento e decisões. Talvez você tenha chegado até este conteúdo porque alguém falou sobre o salário ou sobre a receptividade do mercado. Mas é somente lendo sobre a atuação que você pode tomar decisões.

Busque também trocar ideias com alguém que já está nessa rotina com product manager. Essa pessoa pode falar mais sobre o dia a dia de trabalho, as exigências e como é, de fato, sua atuação em uma empresa. Uma dica valiosa é criar conexões no LinkedIn e começar a se relacionar com profissionais da comunidade de produtos digitais. 

Depois de se informar, o próximo passo é consumir conteúdos educativos, o que você também pode fazer, mas de forma técnica, em um curso. Eles são voltados para preparar pessoas para o mercado, já criando uma ponte entre o desejo e o cargo de product manager.

Curso de product manager

Cursos de Product Management vão garantir a base que você precisa para ingressar nesse mercado com confiança. Além do conhecimento, você poderá se relacionar com experts da área, criar uma rede de contatos e desenvolver projetos na prática.

O curso de product manager da Tera é um dos cursos para product managers mais reconhecidos do mercado brasileiro,  já tendo formado centenas de profissionais que hoje atuam nas maiores empresas com cultura de produto do país. Ao fim do curso, estudantes conquistam uma certificação que é reconhecida por empresas como iFood e Nubank.

Criação de portfólio

Por fim, a criação de um portfólio de product manager é uma etapa muito importante do trabalho e que gera impactos positivos na forma como as empresas enxergam cada profissional. É importante mostrar como você transforma seus aprendizados em soluções práticas para o sucesso do produto no dia a dia.

....

Atuar como product manager é ao mesmo tempo desafiador e recompensador. Essa carreira demanda uma capacitação ampla em habilidades técnicas e competências socioemocionais. Contudo, grande parte desse arcabouço pode ser desenvolvido ao longo da sua vivência na profissão. Lembre-se que a curiosidade e a disposição em aprender são skills essenciais para o sucesso nessa jornada.

Esperamos que esse guia sobre a carreira de product manager seja útil para seus primeiros passos na área. Se você sente que já é momento de avançar na sua transição de carreira, entre em contato com o time da Tera e conheça mais sobre o curso Digital Product Leadership.

QUERO PARTICIPAR