Logo Somos Tera
Nossos Cursos

somostera

Uma comunidade de pessoas apaixonadas por educação e tecnologia.

Bootcamp: tudo sobre o modelo de curso que pode alavancar sua carreira

  • Por: Redação Tera
  • Data: 1, fev 2021
11 min de leitura

É possível adquirir em pouco tempo as habilidades necessárias para melhorar a performance ou mudar de carreira? Veja como o bootcamp pode ajudar.


Você sabe que precisa se preparar para o futuro do trabalho. A questão é: quanto tempo você tem para fazer isso? Se você já percebeu que seu desenvolvimento precisa acontecer em menos tempo do que uma pós-graduação ou um MBA, um curso bootcamp pode ser a melhor alternativa para seu aprendizado.

Que tal entender de vez o que é um bootcamp e como ele contribui para sua evolução profissional? Neste texto, compartilhamos tudo sobre esse modelo que tem alavancado a carreira de profissionais por conta de sua versatilidade e metodologia intensiva.

Também vamos ajudar você a entender em quais situações fazer um curso bootcamp é uma boa opção e quais critérios você deve considerar na hora de escolher o seu. Boa leitura!

Bootcamp: o que é e como funciona esse formato de curso? 

Um curso bootcamp é um modelo de ensino em formato intensivo, em que o principal propósito é desenvolver habilidades e competências de profissionais de maneira ágil. Quem estuda em um bootcamp tem uma imersão completa no aprendizado, por um período de algumas semanas, e sai com a preparação necessária para encarar os desafios do mercado de trabalho na área escolhida. 

Cada vez mais pessoas preferem fazer cursos em formato bootcamp, o que é normal, já que vivemos uma tendência de mudanças acontecendo em escala exponencial, exigindo que o aprendizado acompanhe a velocidade com que o mundo evolui.

Meios tradicionais de ensino — como graduação, pós e MBA — continuam interessantes em algumas situações. Ingressar em uma faculdade proporciona base teórica e pode ser importante no início da carreira. Já uma pós-graduação ou MBA podem ser boas escolhas para quem quer se especializar em um ramo e fortalecer o currículo.

No entanto, para quem já possui uma visão de mercado e quer aumentar a bagagem ou fazer uma transição para uma das profissões do futuro, a formação sólida em um período mais curto de tempo proporcionada pelo bootcamp é o melhor investimento.

A nomenclatura do bootcamp é herdada dos militares: um campo de treinamento de recrutas é curto, intenso, rigoroso, e prepara soldados para suas tarefas nas forças armadas. As características do que é um bootcamp de ensino são semelhantes, com foco na intensidade para uma preparação à prova da volatilidade do mercado. Separamos as principais a seguir.

  • rapidez, com formações que podem levar entre 8 e 12 semanas para iniciar em carreiras como UX Design, Análise de dados ou Liderança de produtos digitais

  • imersão, com aulas pelo menos duas vezes por semana, conversas e mentorias, além de suporte de uma série de materiais de estudo paralelo;

  • aplicação prática, já que os conteúdos aprendidos são colocados em prática por meio de projetos e observação de cases;

  • integração com o mercado, com estudantes terminando o bootcamp com uma visão clara sobre o necessário para se candidatarem a vagas.

Quem pode fazer um curso bootcamp?

Nos acostumamos com a ideia de um caminho linear na jornada profissional: da escola para a faculdade da carreira escolhida, indo para uma pós-graduação em seguida e fazendo carreira por anos em uma mesma empresa. 

No entanto, a realidade do futuro do trabalho é bem diferente. Se por um lado novas habilidades são requisitadas para que profissionais continuem atuando em suas carreiras, por outro, algumas profissões simplesmente estão se tornando obsoletas, dando lugar a outras, que exigem uma nova capacitação.

Assim, dois processos estão se tornando obrigatórios: upskilling e reskilling. Enquanto upskilling é a atualização de conhecimentos, o reskilling trata da aquisição de novas habilidades. Fazer um curso bootcamp atende as necessidades de profissionais nesses dois momentos.

Para quem quer se desenvolver na área em que já atua, o bootcamp vai trazer uma visão atualizada das tendências de mercado e de novas metodologias e ferramentas que podem ser adotadas. Por meio da troca com experts e estudantes, você pode se inspirar ao entender como outras empresas estão se adaptando às necessidades do mercado de trabalho. 

No caso de profissionais em transição de carreira, o bootcamp é o que pode garantir uma conversão rápida na trajetória. Imagine precisar fazer uma nova graduação para se recolocar no mercado? Sabemos que isso é impossível no contexto atual. Por isso, o aprendizado de um curso intensivo é o que garante as principais habilidades e competências para se reinserir no mercado.

Mais uma possibilidade é fazer um bootcamp para aumentar sua bagagem sobre outras disciplinas. Quem tem a mentalidade de lifelong learning sabe da importância de não se limitar ao conhecimento de uma única área. Ao fazer um curso de liderança baseada em dados, por exemplo, você vai desenvolver um olhar amplo sobre como dados podem ser usados na tomada de decisão em qualquer setor de um negócio. 

Quais são as vantagens do modelo?

Agora que você sabe o que é um bootcamp, que tal entender mais a fundo quais os benefícios de investir nesse modelo de aprendizado? Veja a seguir os fatores que mais chamam a atenção de profissionais em desenvolvimento.

Aprendizado rápido e intensivo 

Um curso bootcamp é uma verdadeira imersão no tema de estudo. As horas de aulas se juntam à prática de trabalhar em equipes, com prazos apertados, aplicando imediatamente o que estão aprendendo, muitas vezes com a mentoria de experts do mercado. O programa exige dedicação, mas, mesmo assim, é conciliável com outras responsabilidades.

Um dos diferenciais é justamente que cada um tem a liberdade de construir sua jornada de educação continuada de forma fluida, sem precisar fazer um investimento de tempo e dinheiro que vá demandar um comprometimento por um longo período, transformar completamente sua rotina ou acabar com suas economias, como seria o caso de uma pós-graduação em universidade privada, por exemplo.

Foco em competências específicas — e indispensáveis

O que um bootcamp faz, em essência, é filtrar e condensar. Imagine, por exemplo, uma faculdade de Ciências da Computação, que inclui uma ampla gama de tópicos ao longo de seus 8 ou 10 semestres. Há disciplinas sobre redes, sistemas operacionais e teorias da computação, que ajudam a compreensão do assunto, mas não podem ser diretamente aplicadas no dia a dia de uma pessoa desenvolvedora.

Se uma pessoa quer aprender a programar, por exemplo, ela pode acessar um conteúdo mais específico, que inclui apenas as habilidades pertinentes aos seus objetivos profissionais. Focar no que há de mais relevante ajuda a estreitar a distância entre a academia e o mundo real, em que o que conta são as necessidades do mercado.

Integração com o mercado de trabalho

O currículo de cada programa bootcamp é estruturado em conjunto com profissionais experientes da área em que o curso estará focado — inclusive tendo alguns deles como instrutores, mentores ou facilitadores. Isso garante que o que é ensinado tem relação com o que o mercado pede, trazendo exemplos reais de aplicação das competências.

Os próprios alunos são encorajados a trazerem projetos para serem discutidos e trabalhados em sala. Há ainda empresas que frequentemente apresentam desafios existentes para serem resolvidos pelas turmas. Com isso, esses cases já se tornam parte do portfólio de quem realiza o bootcamp.

Como escolher um bootcamp?

Te convencemos que um curso bootcamp é um caminho promissor para aperfeiçoar seu conhecimento ou fazer uma transição de carreira? O próximo passo é saber como escolher um bootcamp que realmente faça valer seu investimento de tempo e recursos financeiros. Saiba o que avaliar para ter os resultados que comentamos acima.

Conheça o currículo dos experts

A sala de aula sempre deve ser um espaço de trocas, em que tanto estudantes quanto professores contribuem para a evolução uns dos outros. No entanto, saber quem vai te guiar nessa trajetória tem um grande peso. Busque cursos que contem com experts de mercado e que atuem em empresas que você gostaria de atuar. Assim você vai sair do bootcamp com o conhecimento necessário para a performance que o mercado busca.

Equilibre a aquisição de habilidades e competências

Independente da carreira que você vai seguir ao ingressar em um bootcamp, é essencial entender que uma boa performance não se resume ao conhecimento técnico. Aprender ferramentas é importante, assim como dominar teorias. Mas desenvolver skills comportamentais é o que tem levado profissionais ao topo no mercado. Por isso, garanta que o curso vai promover essa união.

Procure uma visão humana sobre tecnologia 

Nas carreiras digitais, tudo gira em torno de tecnologia, dados, inteligência artificial e produtos digitais. Só que existem algumas visões que podem ser bem equivocadas ou ultrapassadas sobre esses temas. Se você quer um diferencial, procure por bootcamps que consigam oferecer uma visão humana sobre qualquer carreira em tecnologia. Por trás de ferramentas, produtos, dados e telas existem pessoas reais e elas precisam estar no foco da sua atuação.

Avalie a experiência de aprendizagem

A internet está cheia de conhecimento relevante para quem quer desenvolver conhecimentos em uma nova carreira. Por meio dela você pode aprender a manipular programas, pode ler teorias e pode até dar os primeiros passos em tarefas difíceis como codificação. Para quê fazer um bootcamp, então?

Nós respondemos: o curso vai valer a pena quando oferecer uma experiência completa de aprendizagem, o que inclui aulas teóricas, prática mão na massa, trocas com experts, análises de cases, desenvolvimento de mentalidades importantes e networking. Tudo isso cria o pacote completo que você precisa buscar.

Entenda as possibilidades de networking

Por falar em networking, não é problema nenhum querer saber de antemão quem vai dividir a sala de aula com você. O perfil das outras pessoas também contribui muito para seu desenvolvimento profissional, já que é com elas que você trocará experiências e conhecimentos. De conversas e projetos em um bootcamp podem surgir oportunidades valiosas.

O mercado muda rápido demais para esperar o tempo das formações tradicionais. Pense no quanto ele já mudou nos últimos dois anos e se pergunte: será que os conhecimentos adquiridos lá atrás ainda são válidos agora? Dificilmente. Ganhar competências de forma rápida e manter um ritmo de aprendizado contínuo é essencial para profissionais do futuro. Por isso o modelo de curso bootcamp é promissor e uma escolha certeira para alavancar sua carreira.

....

Quer tomar o controle do seu desenvolvimento profissional e encarar de frente o futuro do trabalho? Convidamos você a conhecer os bootcamps da Tera, que são focados em preparar profissionais para as principais carreiras digitais. Acesse nosso site e descubra como podemos te ajudar a unir conhecimentos técnicos com as competências que o mercado está buscando.

Posts Relacionados

Lifelong learning: a skill indispensável para profissionais do futuro

A mentalidade de aprendizado contínuo pode mudar sua vida e seu desempenho profissional. Descubra as razões para se torn...

Artigo Completo
8 min de leitura

LinkedIn: como usar na transição de carreira

Quem está mudando de carreira precisa usar todas as ferramentas para ter sucesso. Saiba como o LinkedIn vai ser seu alia...

Artigo Completo

Soft skills do futuro do trabalho: descubra 15 competências em ascensão

Veja quais são as skills apontadas pelo World Economic Forum como essenciais para profissionais do futuro e entenda como...

Artigo Completo